Campanhas eleitorais em Pernambuco receberam R$87 milhões de dinheiro público

A associação Cidadão Fiscal analisou a prestação de contas das campanhas eleitorais de Pernambuco em 2018 e preparou um levantamento indicando os candidatos que mais receberam dinheiro público para as suas campanhas.

De acordo com o TSE, os candidatos de Pernambuco receberam R$87 milhões de dinheiro público para as suas campanhas. Este valor representa 83% de todo o financiamento de campanha, que também permite a doação de pessoa física.

fonte: Tribunal Superior Eleitoral (15/10/2018)

Quais foram os candidatos a Deputado Federal que mais receberam dinheiro público?

  • Dos 340 candidatos a Deputado Federal, 126 candidatos receberam dinheiro público, somando um total de R$42 milhões.
  • 22 candidatos concentraram 70% do total de dinheiro público recebido. Eles receberam, em média, R$1.3 milhões.
  • Fernando Monteiro (PP) e Eduardo da Fonte (PP) lideram a lista. Juntos, eles receberam R$4 milhões e concentram 10% de todo dinheiro público destinado a campanhas de deputados federais. Este valor é equivalente ao recebido pelos 90 candidatos que menos receberam dinheiro público.
  • 6 candidatos que receberam mais de R$1 milhão de dinheiro público não foram eleitos. Destaque para Clarice Corrêa (PP)filha do preso Pedro Corrêa, que recebeu R$1.5 milhão e obteve apenas 6 mil votos.  Isto significa que, para cada voto, ela recebeu R$241 em dinheiro público.

Para facilitar a visualização, listamos todos os candidatos que receberam pelo menos R$50 mil em dinheiro público. Para ver a lista completa dos 340 candidatos, baixe o relatório aqui.

Quais foram os candidatos a Deputado Estadual que mais receberam dinheiro público?

  • Dos 644 candidatos a Deputado Estadual, 301 candidatos receberam dinheiro público, somando um total de R$25.6 milhões.
  • 43 candidatos concentram 70% do total de dinheiro público recebido. Eles receberam, em média, R$419 mil.
  • Socorro Pimentel (PTB) lidera a lista com R$1.2 milhão e concentra 4% de todo dinheiro público destinado a campanhas de deputados estaduais. Este valor é equivalente ao recebido pelos 180 candidatos que menos receberam dinheiro público. Socorro Pimentel não foi eleita.
  • 8 candidatos que receberam pelo menos R$500 mil de dinheiro público não foram eleitos. Destaque para Patrícia Santiago (PSD) que recebeu R$500 mil e obteve apenas 595 votos.  Isto significa que para cada voto, ela recebeu R$840 em dinheiro público. Aline Corrêa (PR), também filha do preso Pedro Corrêa, recebeu R$800 mil e não foi eleita deputada estadual.

Para facilitar a sua visualização, listamos todos os candidatos que receberam acima de R$100 mil em dinheiro público. Para ver a lista completa dos 644 candidatos, baixe o relatório aqui.

Quais foram os candidatos ao Senado que mais receberam dinheiro público?

  • 4 candidatos receberam juntos R$8 milhões e concentram 94% de todo dinheiro público destinado às campanhas de senador.  Cada um recebeu, em média, R$2 milhões.

Quais foram os candidatos a Governador que mais receberam dinheiro público?

  • 2 candidatos receberam juntos R$10 milhões e concentram 93% de todo dinheiro público destinado às campanhas de Governador.

Acesse a fonte original dos dados do TSE

O que é a Cidadão Fiscal?

Cidadão Fiscal é uma associação civil – sem vínculo partidário ou ideológico – com o objetivo de usar a tecnologia e ciência de dados para fiscalizar todos os políticos do estado de Pernambuco.

Deseja apoiar esta iniciativa? Siga-nos nas redes sociais e compartilhe nossas páginas com amigos e familiares (clique nos links abaixo).

www.facebook.com/cidadaofiscal.org

www.instagram.com/cidadaofiscal_org

www.twitter.com/cidadao_fiscal